ESCOLA DE MÚSICA - ELLAM

CRISTO É UMA QUESTÃO DE OPÇÃO

CRONOLOGIA BÍBLICA

CRONOLOGIA BÍBLICA

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Natal Nasceu o Senhor

Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. (Deus Conosco) Isaías 7.14
Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz." Isaías 9.6


No dia do nascimento desta criança podemos notar que a bíblia descreve a presença de 4 elementos (Uma estrela, Anjos, Pastores de ovelhas e três reis magos).

A estrela exemplifica a adoração do cosmos perante seu criador.
Os anjos exemplificam a adoração do mundo espiritual.
Os pastores exemplificam a adoração dos pobres e humildes da terra.
Os reis exemplificam a adoração dos ricos e sábios da terra.

Muito me entristece saber que ultimamente surgiu no meio evangélico entre os ditos (sábios e espirituais) aqueles que são contrários a comemoração do Natal! esquecendo-se estes que eles comemoram o seu próprio dia de nascimento com festa pomposa.

Infelizmente estes baseando-se na tese de que o natal é uma festa pagã, reprimem aqueles que festejam este dia, não importa a data comemorativa para este evento, ele pode ser o dia 25 de dezembro ou qualquer outra data acha visto não termos o dia exato do nascimento do Senhor, o que nos interessa é que assim como os quatro elementos estiveram presentes no nascimento do Senhor nos também estejamos comemorando o seu dia.

Smodger Fer

O Natal que Poucos Conhecem

Perseguidos na Noite de Natal.

O fundamentalismo islâmico, comunismo, fanatismo hindu e budista na Ásia mais também as novas tendências de niilismo (é uma doutrina filosófica e política que nega, dentre outras coisas, toda subordinação ao estado, à igreja e à família). nas sociedades mais avançadas, crucifixos retirados na Alemanha, até aos grupos satânicos, que estão em crescimento na França e em outros países europeus, contra as igrejas e cemitérios, estes são os quatro grandes pólos de onde provêm as principais ameaças à Igreja e nossos irmãos no mundo.

Estes irmãos precisam de nossas orações, na Etiópia são escarnecidos e perseguidos, na China não podem festejar o Natal com descontração, pois são constantemente vigiados.

Muitos cristãos no Iraque fugiram do seu país em busca de segurança e deixaram suas famílias para trás. Nossos irmãos na Eritréia são levados aos tribunais, na Índia as celebrações públicas de Natal foram canceladas e devem ser feitas discretamente.

Para celebrar o Natal com alguma segurança, nossos irmãos da Colômbia terão de despistar os líderes das guerrilhas e celebrar a data em outros lugares.

No Paquistão a Polícia liberta garota cristã de escravidão, TADJIQUISTÃO Igrejas sob pressão com chegada de nova lei; Na Malásia governo proíbe edição de jornal católico em malaio e no Cazaqiustão Líder batista tem geladeira e fogão confiscados.

Smodger Fer

Reino Terreno e Celeste

Entre 300 e 400 anos após o dilúvio o bisneto de Noé chamado Ninrode da inicio ao primeiro reino humano denominada babel (babilônia), a partir de babel vários reinos já passaram na historia humana cito: Egípcio, Assírio, Babilônico, Medo-Persa, Grego e Romano, e tantos outros grandes e pequenos reinos já passaram sobre a terra até o presente momento.
Estes marcados pela arbitrariedade, incoerência e violência, governos sanguinários que estabeleceram suas conquistas através da força e da humilhação dos conquistados, lideres tiranos e desumanos que praticavam barbaridades em prol da expansão de seu reino, não existe na historia um governo humano que se tenha fixado e realizado suas conquistas e suas glorias que não fosse por via da brutalidade da humilhação e da desgraça alheia.
Todos os governos sejam eles do passado mais remoto da historia ao presente são todos réus das injustiças praticadas contra o povo, quando falo de governo generalizo todas as hierarquias em todas as suas formas de governo, não existe na historia dados que pontifique um governo como plausivelmente perfeito, todos deixam sua marca negativa.
Essa é na verdade a característica de todas as formas de governos humanos, sejam eles oriundos das mais humildes tribos, aldeia ou das mais desenvolvidas formas de sociedades existentes em nossos dias, todos se ressentem do principio básico que todo o governo humano deveria possuir, justiça em todos as esferas governamentais.
É por tudo o que já apresentei que digo, esperamos que surja um governo correto e justo em todas as suas estâncias de governo, isso não é sonho esse governo existirá porem não vira do intelecto e nem das mãos de homem algum, mais do jovem Galileu chamada Jesus.
Meu reino não é deste mundo daqui não sou, Jesus Cristo.

Smodger Fer
Catolicismo um Instrumento do Mal
Catolicismo um Instrumento do Mal
As origens da Inquisição! A Inquisição remonta ao início do século XI (1022), com as primeiras execuções, dos "hereges"? em Orléans e em Toulouse na França, porem sua criação se deu na Idade Média em 1183 (século XIII) na averiguação dos cátaros de Albi, no sul de França por parte de delegados pontifícios, enviados pelo Papa da época (Lúcio III), foi composta por tribunais que julgavam os indivíduos considerados como ameaça às doutrinas (conjunto de leis) desta instituição.
A instituição da Inquisição se deu no Concílio de Verona, no ano seguinte. Numa época em que o poder religioso se confundia com o poder real, onde os direitos de liberdade e de livre escolha não eram respeitados; Em 20 de Abril de 1233 o Papa Gregório IX, editou duas bulas que marcam o reinício da Inquisição. Nos séculos seguintes, ela julgou, absolveu ou condenou e entregou ao Estado (que aplicava a "pena capital", como era comum na época) todos os que se oponha as regras e normas da Igreja.
Muitos cientistas foram perseguidos, censurados e até condenados por defenderem idéias contrárias à doutrina cristã. Um dos casos mais conhecidos foi do astrônomo italiano Galileu Galilei, que escapou por pouco da fogueira por afirmar que o planeta Terra girava ao redor do Sol (heliocentrismo). A mesma sorte não teve o cientista italiano Giordano Bruno que foi julgado e condenado a morte pelo tribunal.
Os inquisidores consideravam bruxaria todas as práticas que envolviam a cura através de chás ou remédios feitos de ervas ou outras substâncias. As "bruxas medievais" que nada mais eram do que conhecedoras do poder de cura das plantas também receberam um tratamento violento e cruel.
Assim a chamada santa Inquisição idealizada e realizada pela igreja Católica foi uma perseguição e eliminação de pessoas que não seguia os dogmas da igreja e da fé, no Livro das Sentenças da Inquisição (Liber Sententiarum Inquisitionis) o padre dominicano Bernardo Guy (Bernardus Guidonis, 1261-1331), um dos mais completos teóricos da Inquisição, revelou e descreveu vários métodos para obter confissões dos acusados, inclusive o enfraquecimento das forças físicas do prisioneiro.
Narra Bernardo Guy que dentre outros modos os seguintes processos de tortura foram usados: A manjedoura, para deslocar as juntas do corpo; arrancar unhas; ferro em brasa sob várias partes do corpo; rolar o corpo sobre lâminas afiadas; uso das Botas Espanholas para esmagar as pernas e os pés; A Virgem de Ferro: um pequeno compartimento em forma humana, aparelhado com facas, que, ao ser fechado, dilacerava o corpo da vítima; suspensão violenta do corpo, amarrado pelos pés, provocando deslocamento das juntas; chumbo derretido no ouvido e na boca; arrancar os olhos; açoites com crueldade; forçar os hereges a pular de abismos, para cima de paus pontiagudos; engolir pedaços do próprio corpo, excrementos e urina; a ‘roda do despedaçamento’ funcionou na Inglaterra, Holanda e Alemanha, e destinava-se a triturar os corpos dos hereges; O ‘balcão de estiramento’ era usado para desmembrar o corpo das vítimas; O esmaga cabeça era a máquina usada para esmagar lentamente a cabeça do condenado, e outras formas de tortura".
Durante a esta triste época da história todos os suspeitos foram caçados, perseguidos e julgados, aos condenados as acusações eram injustas e infundadas, recebiam penas que variava entre prisão temporária ou perpétua até a morte onde podia ser enforcada, decapitada, ou, na maioria das vezes queimadas vivos em fogueira em plena praça publica, assim milhares de pessoas tiveram morte prematura e milhares de milhares de vidas foram sacrificadas, lares e famílias destruídas e esfaceladas,.
Com um poder cada vez maior nas mãos, o Grande Inquisidor chegou a desafiar reis, nobres, burgueses e outras importantes personalidades da sociedade da época. Por fim, esta perseguição aos hereges e protestantes foi finalizada no início do século XIX em 1859.
Smodger Fer