ESCOLA DE MÚSICA - ELLAM

CRISTO É UMA QUESTÃO DE OPÇÃO

CRONOLOGIA BÍBLICA

CRONOLOGIA BÍBLICA

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

CONHECENDO O VALOR DA ORAÇÃO

 - Primeiro precisamos compreender o que é oração; A oração é uma prática religiosa comum a diversas confissões religiosas. É designada como uma relação, uma conversa ou um ato de reconhecimento e louvor diante de um ser transcendente ou divino.
Oração na vida da Igreja
- O Espírito Santo é o "Mestre interior da oração cristã", porque "forma a Igreja para a vida de oração e a faz entrar cada vez mais profundamente na contemplação e na união com o insondável mistério de Cristo". Por isso, a oração é "inseparável do progresso da vida espiritual" e, em suma, da vida cristã da Igreja.
Na crença cristã
- A oração, na crença cristã, é a comunicação e o fruto consciente do relacionamento com Deus durante a qual a pessoa louva, agradece, intercede pela vida de outro, pede bênçãos a ele ou a outrem, e através dela pode desfrutar da presença de Deus (este último mais citado no Pentecostalismo, que foca mais no Espírito Santo do que em outras denominações).
- As orações são dirigidas a Deus por mediação única de Jesus Cristo, e podem ser feitas em voz alta, falada, em canção ou em silêncio.
      I Tm 2;5 - Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem
- Nota - No catolicismo as orações são dirigidas em nome de Nossa Senhora ou de santos como intercessores, o que não é correto diante do texto bíblico.
Na crença católica
- Na Igreja católica a oração dirigida a Deus (ou à Virgem Maria e aos Santos para interceder a Deus e junto de Deus), também pode ser considerada uma (reza), devido o uso de mensagens  escritas e dirigidas aos santos intercessores, seja elas orais ou em pensamentos; Adoração, louvor, súplica, rogo, prece, pedido ou petição, intercessão, agradecimento, expiação, bênção, presença ou unificação.
     Mat.6;7  E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.
Oração no Antigo e Novo Testamentos
- No Antigo Testamento, a oração já estava presente, como por exemplo, nos vários episódios importantes de personagens bíblicos (nomeadamente de Abraão, Moisés, David, Isaías, etc.) e do próprio povo de Deus, sendo os salmos um exemplo da sua expressão.
- Já no Novo Testamento, Jesus, apesar de estar em íntima comunhão com Deus Pai, é considerado o perfeito modelo e mestre de oração, "rezando ao Pai em longas vigílias e em momentos decisivos da sua vida, desde o batismo no Jordão à morte no Calvário".
- Jesus, para além de ensinar o Pai-Nosso (considerado a síntese do Evangelho e, por isso, a oração mais perfeita e mais carregada de significado), ensinou também "os discípulos a orar devota e persistentemente", transmitindo-lhes "as disposições requeridas para uma verdadeira oração".
- Jesus garantiu-lhes também "que seriam ouvidos sempre que orassem bem", porque a oração humana "está unida à de Jesus mediante a fé. N’Ele, a oração cristã torna-se comunhão de amor com o Pai". Aliás, é o próprio Jesus que manda orar:
Jo 16,24".  "«Pedi e recebereis, assim a vossa alegria será completa»
Assim podemos dizer que a oração é, basicamente, o ato de falar com Deus.
- É expressar o que vai no coração e passar algum tempo com Deus. Não é uma atividade em que não há interação — Deus fala, nós ouvimos; nós falamos e Deus ouve o que o nosso coração tem a dizer. A oração pode ser algo estimulante, poderoso e agradável. O enfoque aqui será maior em intercessão, mas o intuito é dar também uma visão geral de outros tipos de oração.
Tipos de oração
A. De Agradecimento
B. De Petição
C. De Persuasão
D. De Intercessão
A. Agradecimento – é a oração na qual se agradece a Deus por todas as coisas na sua vida. Devemos dar graças em todas as circunstâncias, agradecendo pela proteção, a provisão, a bênção de Deus e, sobretudo, pelo Seu Filho.
B. Petição – quando pedimos a Deus aquilo que necessitamos nas nossas vidas: “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje”. Dá-nos o que é preciso para sobreviver: um teto sobre as nossas cabeças, um emprego, etc. As petições são, geralmente, em benefício próprio, apresentando ao nosso Pai celeste as nossas necessidades, na certeza de que Ele proverá.
C. Persuasão – oração insistente e cheia de fervor que é feita até que uma reviravolta aconteça, seja na sua vida pessoal, seja na vida de outra pessoa (intercessão). Exemplo: fé para uma cura emocional ou física.
- Exemplo bíblico: Lucas 19:1 a 8 (NVI). Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Ele disse: “Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava com os homens. E havia naquela cidade uma viúva que se dirigia continuamente a ele, suplicando-lhe: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário’.
- Por algum tempo ele se recusou. Mas finalmente disse consigo mesmo: ‘Embora eu não me importe com os homens, esta viúva está me aborrecendo; tomarei providências para que ela receba justiça e não venha me importunar’.” E o Senhor continuou: “Ouçam o que diz o juiz injusto. Acaso Deus não concederá justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar? Eu lhes digo: ele tomará providências para que eles obtenham justiça, e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontará fé na terra?”
D. Intercessão – é o amor de joelhos, em oração pelos outros. É uma súplica em favor de uma outra pessoa, na qual nos colocamos no lugar, isto é, fazendo orações de confissão, etc., identificando-nos com os pecados daquela pessoa por quem oramos.
- Exemplo bíblico: Neemias, um homem bondoso, que se identificou com os pecados do seu povo, confessando estes pecados e pedindo ao Senhor para perdoá-los e ter misericórdia, e para levantar outra vez a nação de Israel.
- Neemias 1:3 a 11 (NVI) E eles me responderam: “Aqueles que sobreviveram ao cativeiro e estão lá na província passam por grande sofrimento e humilhação. O muro de Jerusalém foi derrubado, e suas portas foram destruídas pelo fogo.” Quando ouvi estas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando-me, jejuando e orando ao Deus dos céus. Então eu disse:
- “Senhor, Deus dos céus, Deus grande temível, fiel à aliança e misericordioso com os que te amam e obedecem aos teus mandamentos, que os teus ouvidos estejam abertos para a oração que o teu servo está fazendo diante de ti, dia e noite, em favor de teus servos, o povo de Israel. Confesso os pecados que nós, os israelitas, temos cometido contra ti. Sim, eu e o meu povo temos pecado. Agimos de forma corrupta e vergonhosa contra ti. Não temos obedecido aos mandamentos, aos decretos e às leis que deste ao teu servo Moisés.
- Lembra-te agora do que disseste a Moisés, teu servo: ‘Se vocês forem infiéis, eu os espalharei entre as nações, mas, se voltarem para mim, obedecerem aos meus mandamentos e os puserem em prática, mesmo que vocês estejam espalhados pelos lugares mais distantes debaixo do céu, de lá eu os reunirei e os trarei para o lugar que escolhi para estabelecer o meu nome’.
- Estes são os teus servos, o teu povo. Tu os resgataste com o teu grande poder e com o teu braço forte. Senhor, que os teus ouvidos estejam atentos à oração deste teu servo e à oração dos teus servos que têm prazer em temer o teu nome. Faze com que hoje este teu servo seja bem-sucedido, concedendo-lhe a benevolência deste homem.”
 Como Orar?
   Não existe posição definida para orarmos, podemos buscar ao Senhor em oração em qualquer situação, seja sentado, deitado ou andando ou em outras circunstâncias Deus reconhece a nossa oração.

  Todavia a oração de joelhos se caracteriza pelo o ato primordial de reverencia ao nosso Deus, parece que ela tem um valor um tanto mais substancial que outras formas de orar, mas na verdade não é assim, o que podemos dizer para aqueles que possuem problemas físicos e etc. tipos médicos que os impede de ajoelhar-se.

  Preciso de hora pré-determinada para orar? Não, qualquer é hora é hora assim como qualquer lugar é lugar par buscarmos ao Senhor; Porem preciso criar hábitos de orar Jesus nos ensinou essa pratica tomemos como exemplo o agradecimento que Jesus fazia sempre ao comer, sempre que estava só com seus discípulos se dirigia a um lugar separado para orar, assim podemos compreender que a oração é uma pratica que deve acompanhar a vida do cristão sincero
Onde devo orar
   Não existe lugar predefino para se orar, para buscar o Senhor posso estar no templo o lugar mas tradicional, também posso estar sentado no sofá da minha casa, deitado na rede da varanda, ao volante do meu carro, sentado na poltrona de um avião, ou na cabine de um navio.

  Em síntese Deus escuta e responde toda e qualquer oração sincera independente da origem local desta, podemos até estar debaixo do chuveiro!!! Ou em cima de uma arvore, ou nas profundezas do oceano.
O que nos trás a oração
   A oração nos trás fortalecimento, é um ato de intimidade e puro relacionamento com Deus, a oração nos trás conforto e satisfação, ainda nos produz a certeza de que temos um Deus que responde, que nos ama e que por nos tem preocupação constante.
   A oração é um momento de prazer para o verdadeiro adorador, o verdadeiro é grato a Deus por todas as coisas que passa e que ira de passar, mesmo na dor ou na alegria, porque ele o verdadeiro adorador sabe que este mundo não é o seu mundo.