ESCOLA DE MÚSICA - ELLAM

CRISTO É UMA QUESTÃO DE OPÇÃO

CRONOLOGIA BÍBLICA

CRONOLOGIA BÍBLICA

sexta-feira, 27 de abril de 2012

A MISÉRIA NO MUNDO


ANALISE
  SOBRE
A
 A MISÉRIA NO MUNDO




    A história de toda a sociedade humana até nossos dias é uma história de lutas ente as classes; Senhores e escravos, patrícios e plebeus, barões e servos da gleba, mestres e aprendizes; Definindo melhor as minhas palavras digo, a saga dos opressores e dos oprimidos, que frente a frente, vivem sempre empenhados em uma luta ininterrupta, ora velada, ora ostensiva; Uma luta que conduz em cada etapa à transformação revolucionária de todo o regime social ou ao extermínio de ambas as classes beligerantes, tendo a miséria como o quadro resultante.
 
     Todo estes quadros de contraversões deliberadas, contribuíram no passado e ainda contribuem entre as classes sociais, quadros de disputa que desemboca na estratégia de sufocar os menos privilegiadas, de silenciar a voz dos oprimidos, e os privar de suas necessidades, direitos e razão; Nestes pressupostos mais verdadeiros quadros de violência diversificadas são gerados, neste universo de diversificações e formas de violência arbitradas e cometidas a esmo, ocasiona a “miséria” a qual alastra-se feito uma bactéria ofensiva e destrutiva, em meio aos menos observáveis e tolhidos de seus direitos mais básicos e fecundos, o direito de ser e ter.
  
    Dizer que a miséria humana não encontra-se associada ao desvario de mentes insanas, me faz fazer uso do dito popular que diz “é querer tapar o sol com uma peneira” é não querer enxergar o que é obvio; O desvio e a ausência de diversos fatores fundamentais os  quais servem como colunas entre as classes, é que causa as intransigênciasdeficiências levando a falta de sentido de coletividade e a desagregação do humanitarismo, a miséria possui é diversificada entre as classes; Estes são alguns dos pontos observados da miséria na terra, todavia creio eu que estes pontos aqui destacados são oriundos dos reflexos de uma causa primaria, e não são absolutamente o ponto nefrálgico da miséria.

   A luta pelo domínio, a busca pelo poder, a violência são na verdade às consequências primarias e primevas da miséria na terra, homens e  sociedades corrompidas, desde os mais remotos tempos da humanidade; Podemos perceber a necessidade de alguns se sobreporem a outros, com isto surgem cérebros pensantes e mais destacados, mentes capacitadas que exercitam, renovam e criam, fazendo surgir lideres consequentes e inconsequentes, em meio ao convívio social; Toda esta atmosfera tem haver com os limites da intelectualidade, os limites dos limitados redundando na incapacidade intelectual, em contra partida os mais dotados se sobrepõe e se radicalizam por seus pensamentos e atitudes.

 “Quem não pensa é abstenho de formar opinião própria, de questionar e de se posicionar, este sempre estará exposto e  submetido a um tipo de miséria e violência”. 

   Assim em meio a estas questões a eclosão da miséria é inevitável, podemos também frisar que o fruto da supremacia de alguns e de poucos, gera a miséria que é uma forma de violência; A miséria e a violência encontram-se atreladas intimamente ao fator financeiro, podemos perceber o grande vilão agindo não de forma sorrateira más de maneira escancarada entre as classes e níveis sociais; A mal distribuição de renda, de terras, gera o empobrecimento e a miséria criando um desequilíbrio social, este é um quadro global, o dinheiro é o motor que gera essa energia negativa no planeta dos homens, que conduz as mais variadas formas de disputas. 

  O que podemos perceber é que a miséria não é localizada ela é generalizada, por não ser localizada estende-se como um estilhaço de uma granada, explode nas mais variadas direções, isto é visto nas diversas camadas sociais, o que me leva ha questionar os verdadeiros motivos básicos da miséria e sua violência, e me dou conta que chego a uma única conclusão, a degeneração ética e moral do homem é a causa arbitral da miséria no mundo; A miséria entre: os homens, as classes sócias, os povos, as etnias e elites; É fruto de mentes em desordem, egoitas as quais vivem na ausência dos conceitos mais básicos da moral, são estes os fatos e frutos que gera a miséria no mundo.

                                                                                       Smodger Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário