ESCOLA DE MÚSICA - ELLAM

CRISTO É UMA QUESTÃO DE OPÇÃO

CRONOLOGIA BÍBLICA

CRONOLOGIA BÍBLICA

sábado, 30 de março de 2013

O ENGANO DA PÁSCOA


O ENGANO DA PÁSCOA


 - Você se enganou como os muitos outros foram e estão sendo enganados em nossos dias, a páscoa não é a comemoração da ressurreição de Cristo “nunca foi”.
- E este é o tema da minha matéria.
- A verdadeira páscoa possui outro sentido, ela foi instituída por Deus para uma data especifica, ou seja, ela serviu (já que foi extinta) como comemoração da libertação do povo Judeu que serviam como escravos a exatos 430 anos no  Egito.
- Na sua ultima ceia de Cristo entre os homens Jesus comemorava justamente este momento, que era estritamente condicionada a nação judaica. As fontes bíblicas nos dizem que, na noite antes da Sua morte, Jesus se reuniu com os Seus doze apóstolos em um cenáculo mobiliado para celebrar a Última Páscoa (Mat 26.17-29 e ref.)
- Nesta noite Jesus tomou os elementos da Páscoa e deu uma nova significação. Mateus relata: «Enquanto comiam, Jesus tomou o pão, e, abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse:
“Tomai, comei, isto é o meu corpo”.
- E, tomando o cálice e dando graças deu-lho dizendo; bebei dele todos. Porque isto é o meu sangue do Novo Pacto, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.
- E digo-vos que, desde agora, não bebereis deste fruto da vide até àquele dia em que beba de novo convosco no reino de meu Pai. E tendo cantado um hino, saíram para o Monte das Oliveiras» (Mat 26.26-30).
- A Páscoa judaica encontra seu comprimento e seu fim na vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, “OBSERVE” o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo, palavras ditas pelo ultimo profeta e o maior homem nascido de mulher.
- Para melhor compreensão o cordeiro pascoal judaico agora é o libertador de todo o homem Cristo o messias de Deus, o cordeiro de Deus.
- A Páscoa agora tinha servido seu propósito profético, porque o Cordeiro que o sacrifício simbolizava, ia ser morto naquele dia. Por isso foi substituída por uma «nova instituição», apresentando a verdadeira realidade do Cristianismo, como a Páscoa tinha apresentado a do Judaísmo.
 - Em vista do que foi apresentado, concluímos que a páscoa, era um símbolo com sabor nacional (Israel), ela foi encerrada em Cristo e uma nova aplicação foi realizada em Cristo, o cordeiro, agora o novo modelo tem um sentimento universal.
- Assim a ceia do Senhor o “Cristo, nosso cordeiro pascal, foi imolado” (1 Co 5:7b).
A Ceia do Senhor não ficou em lugar da Páscoa, mas nasceu durante uma celebração da ceia pascal.
- Veja algumas diferenças entre a Páscoa e a Ceia do Senhor:

a) A Páscoa era do AT, a Ceia do NT;
b) A Páscoa era uma festa judaica, a Ceia uma Ordenança de Jesus;
c) A Páscoa era celebrada no sangue e carne de animais; a Ceia no corpo e sangue do Senhor Jesus;
d) Na Páscoa havia 7 ou 8 elementos, na Ceia, apenas 2.
e) A Páscoa era para todo judeu, a Ceia é reservada aqueles que foram lavados no sangue de Jesus;
f) Na Páscoa comemorava-se a saída de Israel do Egito, na Ceia recordamos a morte do Senhor, até que venha (1Cor 11:26);
g) Em Jesus foi abolida a Páscoa. Cristo é nossa Páscoa (1Cor 5:7).
- Agora o que dizer da comemoração da "Páscoa" (cuja palavra "pessach" em hebraico significa literalmente a "passagem" sobre o Mar Vermelho - e que é costume desde os tempos da lei) como já expliquei.
- Já sabemos que a "Ceia" foi um ato novo e divisório instituído por Cristo (em Cristo cumpriu-se toda a Lei, atraindo para si todos os nossos pecados). Tudo isto ocorreu na ocasião de SUA última Páscoa.
- Na “Ceia”, em vez dos pães asmos comemos do "corpo" de Cristo representado pelo pão e bebemos de seu "sangue", representado PELO CONTEÚDO DO CÁLICE, naquela ocasião o VINHO (o mesmo tipo de vinho utilizado pelos israelitas até os dias de hoje).
- E este ato é feito em memória de Cristo todos os meses na atualidade, porem observa-se que entre os primeiros cristãos essa comemoração era feita todas as semanas, obedecendo uma ordem imperativa de Cristo.
- Agora pergunto que relação existe entre o que chamam de páscoa do cristão, com a páscoa judaica, ensinaram que a páscoa é feita em lembrança da morte de Cristo, isto é verdade? O ensino deixado por Cristo aponta para outro caminho, a ceia um novo elemento e não a páscoa.  
"Tudo Deus fez perfeito nada deixou por fazer, para que o homem venha criar novos conteúdos, as suas determinações, assim este tipo de comemoração não vem de Deus".
Cordialmente a um amigo.
             Smodger Silva 


Nenhum comentário:

Postar um comentário