ESCOLA DE MÚSICA - ELLAM

CRISTO É UMA QUESTÃO DE OPÇÃO

CRONOLOGIA BÍBLICA

CRONOLOGIA BÍBLICA

terça-feira, 23 de abril de 2013

JESUS NÃO ERA UM CRISTÃO



                              JESUS NÃO ERA UM CRISTÃO
                                                                                                    


- Deus não é uma panela de pressão que chiando fervilha emoções, o culto ao Senhor não pode ser dirigido de movimento espontâneo da emoção momentânea e temporária, tudo em um culto em que se gere a mais do que a contemplação e adoração, foge da ordem litúrgica instituída por Deus.

-  Deus ainda é o mesmo?

- Sim, ele ainda é o mesmo e será para todo o sempre, eu creio que o meu Deus ainda cura, liberta, exorta, salva e fala para a sua igreja, o que é de uma importância vital porque a sua palavra produz conhecimento e regeneração. 

- É preciso entender que aquele homem crucificado na cruz não era um cristão, Jesus nasceu judeu e morreu judeu, cumpriu a lei em todas as suas instancias, ele não mudou a lei e nem a adulterou, baseado nela viveu e morreu.

- Da lei instituída ele só a usou para a melhorar, deu a lei uma melhor compreensão e uma nova visão das coisas de Deus,  eliminou com autoridade os acréscimos com suas regras inúteis  e sem serventia para Deus, coisas de homem onde nem mesmo eles podiam cumprir.

- Observando a biografia de Jesus, vê-se que ele nunca reivindicou em seu ministério terrestre mudanças nas liturgias dos cultos, nem interferiu nas estruturas dos mesmos, em nenhuma sinagoga por onde ele passou não alterou a forma litúrgica de direção e condução do culto.

- Todavia havia no mestre um conteúdo novo que era as suas mensagens serem diferentes, elas eram dotadas de autoridade assim narra a historia, a sua mensagem era dirigida ao coração do homem, ele mandava que os homens mudassem os seus corações, e que era necessário nascer de novo, para chegar ao conhecimento.

- Foi o que fez Jesus, trouxe a terra uma nova visão do uso inapropriado da sua verdade, ele calou-se durante 400 anos na passagem do Velho para o Novo testamento, e quando rompeu o seu silêncio revelou-se humanamente, trazendo a sua verdade aos homens.

- Nasceu e morreu em agonia observando a lei, lei que por ele mesmo foi ditada, observa-se que ele também não mandou alterar a forma de culto, a não ser que se fizesse lembrança de seu sacrifício, através da ceia. 

- Em momento algum e em qualquer livro que seja canônico ou apócrifo encontramos uma palavra sua determinando mudança no culto, o que ele determinou a Moisés pode muito bem ser constatado nos rituais judaicos por Deus instituído.   
     
- O segredo da verdadeira adoração é vista quando observamos os judeus, a maneira como eles reverenciavam e ainda hoje o fazem o nome de Deus, a forma como se aproximavam da sua presença em seu templo, hoje nas sinagogas e em seus lares.

- O mundo mudou porém Deus não mudou.

- É lamentável e um sincero coração chorar ao vê as transformações efetuadas através dos tempos na liturgia dos cultos, o que vemos são elementos distintos e estranhos aos cultos.

- Não sou contra a modernidade e até pergunto o que se entende por modernidade, modernidade para mim é uso de algo inédito ou seja novo, e este é o problema do cristianismo quando se distanciou da sua origem primeira, mudança e modernidade cientificas é uma coisa adoração é outra completamente diferente.

- Sei que com a derrubada do templo a condução do ritual foi extinto, isto é provisório porque quando o templo de Deus em Jerusalém for novamente reerguido e Jesus cumprir naquele povo todas as promessas feitas, o mundo voltará a adorar ao Senhor corretamente.

- Sei também que existem novas formas em relação ao ritual do passado, devido a morte do cordeiro de Deus, o sacrifício único pela humanidade, observa-se que em sua morte o Velho se fez Novo, e novas mudança aconteceram.

- Mas o pulsar do coração a alma do culto não mudou, o belo e o lindo em tudo o que observamos é que a adoração no velho era feita para um Deus invisível e inacessível, hoje adora-se a um Deus onde pode-se se chagar a sua presença.

- Traduzindo Jesus na sua manifestação e em seu sacrifício e salvitico, extingui certos elementos do culto ou seja do ritual do passado, mas em momento algum mudou a forma de culto, Deus hoje é mais presencial do que antes fora.

- É na forma dos cultos atuais com a manifestação do Espírito de Santo Deus que vemos isto, orientando, revelando e exortando a igreja, isto é uma mudança perceptível vinda de Deus, a isto podemos classificar como a modernidade ordeira de Deus.

- Agora querer transformar a liturgia dos cultos ao Senhor em salão de dança usando como nome as chamadas danças de gestos, e ainda fazer uso da nave da igreja como palco para apresentação de tetro, não posso esquecer-me dos chamados louvozão que nada mais é do que um autêntico show.

- Essa modernidade não é bíblica, não existe referencial para ela não foi Deus quem a implantou; Na verdade isto é obra do Diabo que vem enganado os desavisados, fazendo mudar o conceito lato da adoração.

- Por isto enquanto fôlego de vida eu tiver, enquanto a minha voz se poder fazer ouvir, e minhas escreverem eu não me calarei,  Vou tirar o meu pé do chão e vou pular e bater palma sim contra esse desvario dentro da igreja.

- Se você não gostou do que leu é porque ainda precisa se converter, lembre-se das palavras de Jesus muitos serão os chamados e poucos serão os escolhidos.

- Adoração é prostra-se aos pés de Jesus como Marta, é confessar os pecados e reconhecer que ele é bom, e reconhecer que só ele perdoa os pecados é louvar com gozo na alma engrandecendo o seu nome.

- É esperar pacientemente na sua justiça, é cumprir o desejo do mestre IDE por todo mundo e anuncia o evangelho, O verdadeiro Adorador é aquele que observa e é obediente.    


- Essa formula moderna de cristianismo não foi à deixada por aquele Judeu na cruz do calvário, não faça da morte de Jesus um sacrifício em vão. Se inspirem nos seus apóstolos e nos mártires que foram fieis a doutrina que aprenderam do mestre.


      
                                                      Smodger Silva

                            

Nenhum comentário:

Postar um comentário